Em 2016

Produção global de resíduos na RAM foi de 190,2 mil toneladas

Segundo estimativa elaborada pela Direção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente (DROTA), a produção global de resíduos sólidos em 2016 na RAM rondou as 190,2 mil toneladas. O aumento de 20,9 mil toneladas face ao ano precedente (+12,3%) está em grande medida relacionada com a deposição de inertes na Ilha da Madeira e Porto Santo que passou de 12,4 para 32,7 mil toneladas entre 2015 e 2016. Descontando esta componente, que ao longo dos anos tem apresentado flutuações apreciáveis, a variação interanual seria de apenas 0,4% (564 toneladas).

A principal componente da produção global diz respeito aos resíduos que são tratados na Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos da Meia Serra (130,6 mil toneladas), os quais registaram um decréscimo de 0,5% relativamente a 2015. Por sua vez, os resíduos destinados a reciclagem/valorização fora da RAM rondaram as 24,3 mil toneladas, observando um aumento de 3,4% relativamente ao ano de 2015.

Nos recicláveis, destaque para o cartão e papel, que em conjunto atingiram em 2016 as 9,3 mil toneladas (+8,6% que em 2015). Relevo ainda para o vidro que rondou as 5,7 mil toneladas (+10,2% que no ano anterior) e também para as sucatas/metais que rondaram as 4,7 mil toneladas (-19,9% que em 2015).

residuos2016PT