tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

No 3.º trimestre de 2020

Comercialização de vinho generoso “Madeira” manteve-se em terreno negativo

Os dados provenientes do IVBAM, I.P. mostram que a comercialização de vinho generoso “Madeira” rondou os 530 mil litros no 3.º trimestre de 2020, o que se traduziu em receitas de primeira venda de 3,2 milhões de euros. Comparativamente ao período homólogo, registaram-se decréscimos de 21,3% na quantidade e de 24,2% no valor.

Em termos homólogos, as exportações para os países da União Europeia registaram decréscimos de 16,6% em volume e de 8,0% em valor, enquanto as vendas para países terceiros tiveram quebras de 7,2% em quantidade e de 21,7% em receitas de primeira venda. O 3.º trimestre de 2020 foi especialmente penalizador para as vendas de vinho “Madeira” realizadas no conjunto do território nacional, que caíram tanto em volume (-53,9%) como em valor (-55,1%), facto determinado pela diminuição na parcela referente às vendas na Região, cuja quebra foi ainda superior (-82,9% em volume e -67,6% em valor).

Analisando a informação dos nove meses de 2020, observa-se que tanto a quantidade comercializada como o valor de primeira venda apresentaram variações homólogas negativas de 17,2% e 20,4% respetivamente. A diminuição nas quantidades foi transversal a todos os mercados: o extracomunitário recuou 13,9%, o comunitário 7,3% e o nacional 51,1%. Quanto ao valor de primeira venda, registaram-se igualmente decréscimos em todos os mercados: no extracomunitário (-15,0%), no intracomunitário (-7,8%) e no nacional (-49,5%).

Nos primeiros nove meses do ano, e por comparação com o mesmo período de 2019, relativamente aos mercados externos destacam-se as quebras nas vendas para a Holanda (-64,5% nas quantidades e -47,7% em valor), Dinamarca (-33,0% nas quantidades e -17,5% em valor) e para o mercado norte-americano (-21,5% nas quantidades e -34,8% em valor). Em sentido contrário, salientam-se os aumentos nas vendas para os mercados da Alemanha (+10,2% em quantidade e +7,4% em valor), da China (+5,9% nas quantidades e +57,0% em valor) e da Suécia (+3,8% nas quantidades e +24,0% em valor). Refira-se que, no mercado continental, a quantidade comercializada diminuiu 21,0% e o valor de primeira venda recuou 40,7%.

Ainda relativamente ao acumulado do ano corrente, nos dois mercados externos que geraram maior retorno financeiro nas vendas de Vinho Madeira – França e EUA – as variações foram de -6,3% e de -21,5%, respetivamente. Os montantes transacionados de vinho “Madeira” nestes mercados aproximaram-se dos 2,0 milhões de euros no primeiro caso e dos 1,3 milhões de euros no segundo. Por sua vez, as vendas no mercado regional caíram 58,8% em volume e 51,8% em valor.

vinho 3t20 pt

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top