Em 2013,

Gasto médio diário dos turistas inquiridos que visitaram a Madeira foi de 116,27€

A Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) apresenta hoje os resultados do Inquérito aos Gastos Turísticos Internacionais (IGTI) que se realizou, em dois períodos do ano de 2013, de 22 de julho a 18 de agosto (“época alta”) e de 21 de outubro e 17 de novembro (“época baixa”), visando, no caso da Região Autónoma da Madeira, a recolha de informação sobre gastos em turismo de visitantes residentes no estrangeiro.

Na Madeira cada turista inquirido gastou, em média, 116,27€ por dia. Na época baixa o gasto médio foi superior, atingindo 119,49€ diários. Na época alta foi observado um gasto médio diário (GMDpc) de 112,36€.

A principal motivação dos inquiridos que visitaram a Madeira foi o “lazer, recreio e férias”, uma resposta dada por mais de 93,3% dos visitantes. O “Pacote turístico” e os “Restaurantes, cafés e bares” foram as rubricas com maior importância no conjunto dos gastos médios diários realizados. Estas rubricas representaram quase dois terços do montante diário despendido por pessoa/viagem (65,4%), seguindo-se as despesas com o “Transporte Internacional” (12,5%) e com o “Alojamento” (8,5%).

A análise por principais países de residência dos turistas abrangidos pelo inquérito que visitaram a Região pela via aérea evidenciam a Rússia, a Suíça e os países da Zona da Escandinávia como os países de origem dos turistas que realizaram o maior GMDpc, de 163,37€; 135,76€ e 124,88€, respetivamente.

Para mais informação aceda a: