tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

[NOTA PRÉVIA: Desde o mês de referência de janeiro de 2018 que os resultados preliminares mensais englobam todo o sector do alojamento turístico coletivo, agrupando a hotelaria (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos, aldeamentos turísticos, pousadas e quintas da Madeira), o turismo no espaço rural e de habitação e o alojamento local. Em consequência, os dados divulgados este mês para a RAM constantes na notícia e no Em Foco são distintos dos apresentados pelo INE no seu destaque mensal, que mantém o modelo antigo. Contudo, na publicação editada pela DREM o quadro I.6 resume a principal informação de acordo com o modelo anterior e por conseguinte, os valores apresentados neste quadro são coincidentes com os divulgados mensalmente pelo INE. Importa também referir que para as variáveis estabelecimentos, capacidade, taxa líquida de ocupação-cama, proveitos e RevPAR só é disponibilizada informação para os estabelecimentos com capacidade igual ou superior a 10 camas.]

Em 2018

Proveitos totais e de aposento no alojamento turístico da RAM aumentaram, apesar da ligeira redução no número de dormidas

As primeiras estimativas para o mês de dezembro de 2018 apontam para um acréscimo homólogo de 3,6% nas dormidas, enquanto os proveitos totais e de aposento subiram 5,0% e 1,9%, respetivamente, face ao mesmo mês do ano anterior.

O total de dormidas na RAM no mês em referência rondou os 497,4 milhares enquanto os proveitos totais e de aposento atingiram os 27,4 e 17,4 milhões de euros, respetivamente.

Nos mercados tradicionais, assinala-se um acréscimo nas dormidas de turistas alemães e britânicos (variações de 9,5% e 2,9% face a dezembro de 2017, respetivamente). Contrariamente, o mercado francês registou uma redução de 15,7%. Já o mercado nacional observou um incremento de 7,5%.

Analisando o ano de 2018, conclui-se que as dormidas diminuíram 0,8% na R. A. Madeira, enquanto os proveitos totais registaram um incremento de 1,7% e os de aposento de 1,8%, comparativamente ao ano precedente. As dormidas rondaram os 8,3 milhões, enquanto os proveitos totais e de aposento ascenderam aos 426,9 e 278,8 milhões de euros, respetivamente – um novo máximo histórico nestas últimas duas variáveis. Quanto ao número de dormidas, é o segundo melhor registo de sempre depois de 2017, ano em que este indicador ascendeu aos 8,4 milhões.

Os indicadores preliminares colocam a Alemanha como o principal mercado em 2018, com 2,1 milhões de dormidas (-0,5% face a 2017), seguido do Reino Unido com aproximadamente 1,9 milhões de noites (-4,8%). O mercado nacional foi o terceiro mais importante com um incremento de 7,4% em 2018, tendo o número de dormidas rondado os 1,0 milhões. Por sua vez, os turistas residentes em França produziram cerca de 770 mil dormidas na Região, apresentando um aumento de 3,3% face ao ano anterior.

No ano em referência, a hotelaria concentrou 84,4% das dormidas, decrescendo 2,6% em termos homólogos, enquanto o alojamento local, que representa 13,8% do total, registou um incremento de 9,9% naquela variável. Por sua vez, o turismo no espaço rural e de habitação, responsável por 1,8% do total, observou um incremento de 15,3% nas dormidas face a 2017.

A taxa líquida de ocupação-cama (TLOC) em dezembro de 2018 fixou-se em 43,9%. A taxa de ocupação-cama anual rondou os 62,4%, -3,7 pontos percentuais que em 2017.

A estada média no alojamento turístico da RAM passou de 5,17 noites em 2017 para 5,19 noites em 2018.

Em dezembro de 2018, há ainda a salientar a redução homóloga do rendimento médio por quarto (RevPAR) em 3,2%, para 35,07€. A média anual foi de 47,39€ (-1,5% face a 2017).

Menos voltas realizadas nos campos de golfe da Região no ano de 2018

O inquérito aos campos de golfe revela a realização de 66 166 voltas nos três campos de golfe da RAM no ano de 2018 (-1,6% que em 2017), tendo gerado cerca de 2,5 milhões de euros de receitas. 75,1% dessas voltas foram realizadas por não sócios, provenientes na sua maioria dos Países Nórdicos, Alemanha e Reino Unido. 59,7% das voltas foram vendidas por estabelecimentos hoteleiros e afins, 22,4% por operadores turísticos e os restantes 17,9% pelos próprios campos de golfe. Comparativamente a 2017, a venda de voltas pelos operadores turísticos perdeu relevância, em detrimento dos “estabelecimentos hoteleiros e afins” que se reafirmaram como o principal canal de comercialização desta modalidade.

Número de passageiros em trânsito nos navios de cruzeiro que visitaram a RAM no ano de 2018 semelhante ao do ano anterior

De acordo com os dados fornecidos pela Administração dos Portos da RAM, foram contabilizados no ano de 2018, 536 874 passageiros em trânsito em navios de cruzeiro nos portos da RAM, uma diferença de -658 passageiros face ao ano anterior (-0,1%).

O número de escalas em 2018 foi exatamente igual a 2017 (293 navios).

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top