Taxa de retenção e desistência no ensino básico e taxa de transição/conclusão no ensino secundário diminuíram na Região Autónoma da Madeira (RAM)

A DREM divulga a “Série Retrospetiva da Educação da Região Autónoma da Madeira” atualizada com informação do ano letivo de 2015/2016, disponibilizada pelo Observatório de Educação da Região Autónoma da Madeira (OERAM), enquanto unidade nuclear da Direção Regional de Inovação e Gestão (DRIG), da Secretaria Regional de Educação.

No ano letivo de 2015/2016, 151 estabelecimentos ministravam educação pré-escolar na RAM (164 no período precedente), fixando-se o número de educadores de infância em 743 indivíduos (742 em 2014/2015) e o número de alunos matriculados em 6 331 (6 586 em 2014/2015).

Em termos globais, em 2015/2016, estavam matriculados 39 279 alunos nos ensinos básico (28 328 alunos) e secundário (10 951 alunos) da RAM. Em qualquer destes níveis de ensino, observaram-se quebras de alunos matriculados face ao ano letivo anterior, -3,9% no ensino básico (-4,5% no 1º ciclo; -7,4% no 2º ciclo; -1,1% no 3º ciclo) e -2,6% no ensino secundário. No conjunto destes graus de ensino, o público continuou a absorver mais alunos (83,9% do total) que o privado (16,1%).

A taxa de retenção e desistência no ensino básico da RAM situou-se nos 7,2%, menos 1,7 pontos percentuais (p.p.) que em 2014/2015. 

Educacao PT

A taxa de transição/conclusão no ensino secundário desceu 0,1 p.p., situando-se em 83,0%.

Ao nível do pessoal docente, 5 393 docentes exerciam funções nos ensinos básico e secundário da RAM, significado uma diminuição de 2,6% relativamente a 2014/215 ( 5 535 docentes).

No que diz respeito ao ensino superior, em 2015/2016, estavam inscritos no ensino superior da RAM um total de 3 266 alunos (+4,1% do que no ano letivo anterior), dos quais 87,0% no ensino superior público (2 840) e 13,0% no ensino superior privado (426). O número de estabelecimentos deste nível de ensino subiu para 5 (3 públicos e 2 privados), mais 1 face ao ano letivo anterior, tendo o número de docentes ascendido a 308 (297 em 2014/2015), significando um aumento de 3,7% (+11 docentes), se comparado com o ano letivo anterior.