tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

A DREM divulga hoje no seu portal a publicação “Estatísticas Demográficas da Região Autónoma da Madeira 2019” e atualiza a série retrospetiva da demografia com a informação de 2019.

Pub2019 PT


Destacam-se os principais resultados:


População Residente – Aumento da população em 2019 interrompeu sequência de queda iniciada em 2011

  • Em 2019, a população residente na Região Autónoma da Madeira (RAM) foi estimada em 254 254 pessoas, das quais 118 669 homens e 135 585 mulheres, valores que representam um aumento da população residente de 309 pessoas face a 2018.
  • A taxa de crescimento efetivo foi positiva em 2019, 1,2‰ (-1,7‰ em 2018), resultado de uma taxa de crescimento migratório positiva, 4,3‰., já que a taxa de crescimento natural foi negativa, -3,1‰.
  • A proporção de jovens (menos de 15 anos) continuou a diminuir em 2019, representando 13,1% da população total (13,5%, em 2018). A proporção de idosos (65 anos ou mais) manteve também a tendência crescente dos últimos anos, atingindo 17,0% da população residente (16,7%, em 2018).
  • Em consequência, o índice de envelhecimento continuou a aumentar, fixando-se em 129,5 pessoas idosas por cada 100 jovens (123,6 em 2018).


Natalidade e Fecundidade – Baixo número de nados-vivos, coloca a RAM longe de assegurar a substituição das gerações

  • Em 2019, registaram-se 1 891 nados-vivos na RAM, menos 1,5% (28 crianças) que em 2018, o que corresponde a uma taxa bruta de natalidade de 7,4 nados-vivos por mil habitantes, inferior à de 2018 (7,6 nados-vivos por mil habitantes).
  • Apesar do decréscimo de nados-vivos verificado em 2019, o índice sintético de fecundidade manteve-se em 1,15 filhos por mulher em idade fértil, permanecendo bastante abaixo do valor necessário para assegurar a substituição das gerações (2,1 filhos por mulher).
  • Entre 2018 e 2019, a idade média da mãe ao nascimento do primeiro filho diminuiu ligeiramente, de 30,3 anos para 30,1 anos, e a idade média da mãe ao nascimento de um filho também diminuiu de 32,1 para 32,0 anos.
  • Cerca de 59% dos nados-vivos nasceram fora do casamento: 32,7% com coabitação dos pais e 26,5% sem coabitação dos pais.


Mortalidade – Número de óbitos em 2019 desceu face a 2018, mas cresceu comparativamente a 2017

  • Em 2019, registaram-se 2 679 óbitos de residentes na RAM, menos 51 (-1,9%) do que em 2018. A taxa bruta de mortalidade atingiu 10,5‰, valor ligeiramente inferior ao observado em 2018 (10,7‰).
  • O número de óbitos foi mais elevado nos meses de inverno (em média, 251 óbitos mensais) e menor nos meses de verão (em média, 205 óbitos mensais).
  • Ocorreram 5 óbitos de crianças com menos de 1 ano, mais 1 que em 2018.
  • A taxa de mortalidade infantil foi de 2,6 óbitos por mil nados-vivos, aumentando face ao valor registado em 2018 (2,1 óbitos por mil nados-vivos).
  • No triénio 2017-2019, a esperança média de vida à nascença para a população residente na RAM foi estimada em 78,36 anos, 74,39 anos para os homens e 81,48 anos para as mulheres.
  • A esperança média de vida aos 65 anos para o total da população residente na RAM foi de 17,65 anos. Os homens com 65 anos podem esperar viver em média mais 15,00 anos e as mulheres mais 19,39 anos.


Nupcialidade e Divorcialidade

  Casamentos – Número de casamentos realizados em 2019 foi o mais alto dos últimos 9 anos

  • Em 2019, realizaram-se 966 casamentos, aumentando 0,7% face ao ano transato (959 casamentos).
  • A taxa bruta de nupcialidade manteve-se em 3,8 casamentos por mil habitantes.
  • Casou-se mais em setembro (149 casamentos) e menos em fevereiro (45 casamentos).
  • A idade média ao casamento situou-se em 37,5 anos para os homens e de 34,9 para as mulheres.
  • 69,2% dos casamentos celebrados foram “primeiros casamentos” (ambos os nubentes eram solteiros).
  • 67,5% dos casamentos entre pessoas de sexo oposto foram realizados pelo civil e 32,2% pelo rito católico.
  • Foram celebrados 22 casamentos de pessoas do mesmo sexo (19 em 2018), 9 entre pessoas do sexo masculino e 13 entre pessoas do sexo feminino.
  • Em 58,8% dos casamentos realizados em 2019 os nubentes já possuíam residência anterior comum.

  Divórcios – Número de divórcios foi o mais baixo dos últimos 18 anos

  • Em 2019, foram decretados 540 divórcios, menos 48 do que em 2018, o que corresponde a uma taxa bruta de divorcialidade de 2,1‰.
  • 72,4% dos divórcios decretados diziam respeito a divórcios “por mútuo consentimento”.
  • A idade média ao divórcio era de 46,8 anos para os homens e de 44,3 anos para as mulheres.

 

População Estrangeira – Residentes estrangeiros na Região atingem máximo desde o início da série disponível (2008)

  • A 31 de dezembro de 2019, a população estrangeira residente na RAM totalizava 8 586 pessoas (mais 13,3% que em 2018), distribuídas entre detentoras de títulos de residência (8 579) e de vistos de longa duração (7).
  • Os nacionais da Venezuela (24,1%), Reino Unido (12,8%), Brasil (10,1%) e Alemanha (6,4%) continuam a representar as principais comunidades estrangeiras a residirem na Região.
  • A nacionalidade venezuelana voltou a apresentar em 2019 um incremento (+29,9%) no número de estrangeiros detentores de títulos de residência a residir na Região, tendo aumentado de 1 590 em 2018 para 2 066 em 2019.


Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top