tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Nos primeiros nove meses do ano

Avicultura industrial e pesca descarregada evidenciaram quebras homólogas, enquanto o abate de gado aumentou

Entre janeiro e setembro de 2018, a produção de ovos rondou os 13,3 milhões de unidades, diminuindo 27,4% em termos homólogos. Por sua vez, o abate de frango decresceu 1,8% face aos primeiros nove meses do ano anterior, totalizando 2 405,5 toneladas. A quebra (-17,7%) verificada na produção de ovos entre julho a setembro, contribuiu para a redução observada em termos acumulados. No que respeita ao abate de frango, os valores do 3.º trimestre de 2018 foram semelhantes ao do período homólogo, observando-se uma variação negativa muito ligeira (-0,1%).

No que respeita ao gado abatido, o mesmo atingiu as 691,6 toneladas, constatando-se no período em referência, um aumento homólogo de 2,8%. Esta variação é justificada pelo incremento verificado quer no abate de bovinos (+2,5%), quer no de suínos (+8,5%). No 3.º trimestre de 2018, em termos homólogos, o gado abatido cresceu 6,4%.

No domínio da pesca, o acumulado dos primeiros nove meses de 2018 aponta para 5,6 mil toneladas de pescado capturado, que se traduziram num valor de primeira venda de 14,8 milhões de euros, significando reduções homólogas de 18,7% e  de 18,9%, respetivamente. Esta evolução resulta fundamentalmente de uma diminuição no atum e similares (-25,8% nas quantidades e -35,6% no valor), uma espécie cujas capturas apresentam caraterísticas de forte irregularidade, conforme demonstra a série histórica disponível. Embora o peixe-espada preto também tenha sido menos abundante comparativamente ao mesmo período do ano passado (decréscimo de 2,5%), o valor apurado na primeira venda aumentou (+4,9%). O preço médio global de pescado apurado na primeira venda para os primeiros nove meses de 2018 foi de 2,62€, semelhante ao que se verificou no  mesmo período de 2017 (2,63€). No caso do atum e similares este indicador atingiu 2,09€ (2,41€ no período homólogo) e no do peixe-espada preto os 3,73€ (3,47€ nos primeiros nove meses do ano precedente).

De referir ainda que o crescimento (+20,4%) verificado no 3.º trimestre de 2018 ao nível da quantidade capturada de pescado foi insuficiente para compensar a quebra registada nos trimestres anteriores, sendo que no referido trimestre o valor de primeira venda caiu 5,8%.

avicultura 3t2018 pt

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top