tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Em 2020

Atividade de avicultura foi mais dinâmica do que no ano anterior, ao contrário da pesca e do abate de gado

No ano de 2020, a produção de ovos ultrapassou os 19,8 milhões de unidades, aumentando 4,2% face ao ano anterior. Tendência semelhante foi registada no abate de frango, cujo volume rondou as 3,4 mil toneladas, o que representa um crescimento de 8,9% comparativamente a 2019.

Por sua vez, no ano em referência, o abate de gado totalizou 928,4 toneladas, diminuindo 7,0% face ao ano precedente. Este decréscimo foi observado tanto nos bovinos abatidos, como nos suínos (-6,3% e -15,3% respetivamente). Registe-se que a espécie que mais contribuiu para o total de gado abatido foi a raça bovina (93,5% do total).

No domínio da pesca, no ano de 2020 observaram-se quebras face ao ano anterior, tanto na quantidade como no valor de primeira venda. Assim, a quantidade capturada de pescado decresceu 39,4%, cifrando-se o total anual em 4,9 mil toneladas. Por sua vez, o valor de primeira venda diminuiu 34,4%, com o acumulado anual a situar-se nos 14,5 milhões de euros. A evolução verificada em 2020 resultou essencialmente do decréscimo registado na captura de atum e similares (55,0%), embora o peixe-espada preto também tenha observado uma redução (-4,9%). O atum e similares, não obstante a quebra nas capturas, manteve-se como a espécie mais abundante em 2020, totalizando 2,3 mil toneladas (47,5% do total de pesca descarregada), seguido do peixe-espada preto, que atingiu um total de 2,1 mil toneladas (43,9%) em 2020. Em termos de receita na primeira venda, o atum e similares registou uma redução de 48,7% face a 2019, totalizando 6,7 milhões de euros, enquanto o peixe-espada preto diminuiu 14,3% para um valor de 6,4 milhões de euros.

Atendendo à série histórica disponível, é de salientar que a quantidade capturada de pescado e o respetivo valor de primeira venda foi o mais baixo dos últimos 6 anos.

Em 2020, o preço médio de pescado apurado na primeira venda (excluindo-se nestes cálculos o pescado descarregado destinado a autoconsumo) cresceu 9,4% para 3,02€ (2,78€ em 2019), atingindo no caso do peixe espada-preto os 3,04€ (3,37€ em 2019) e no do atum e similares os 2,93€ (2,57€ em 2019).

Avi pecu pesca 2020 PT novo 3

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top