tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Referente ao ano de 2013

DREM divulga publicação das Estatísticas do Comércio Internacional

A DREM disponibiliza hoje a publicação anual das “Estatísticas do Comércio Internacional” que inclui os resultados provisórios relativos ao ano de 2013. Para permitir comparações interanuais, os quadros contemplam também os resultados definitivos de 2010 a 2012. A análise de resultados teve em conta um período mais alargado de modo a permitir uma visão mais ampla da evolução do Comércio Internacional da Região Autónoma da Madeira.

Nesta publicação do Comércio Internacional de Bens, é apresentada informação regional sobre as trocas comerciais de bens com a União Europeia e os Países Terceiros, a partir dos dados declarados pelas empresas com sede na Região.

Foi incluída informação sobre a exportação e importação (em ambos os casos desagregada em intra e extra-comunitária) por:

- Grupo de produtos

- Secção e capítulo da Nomenclatura Combinada (NC)

- Classificação por Grandes Categorias Económicas (CGCE)

- Classificação de Produtos por Atividades (CPA)

- Classificação das Atividades Económicas (CAE-Rev.3)

- Ranking dos principais países com os quais a RAM faz trocas comerciais

- Ranking dos principais grupos de produtos transacionados.

Análise dos principais resultados

No ano de 2013, o saldo das transações de bens no âmbito do Comércio Internacional atingiu um défice de 14,7 milhões de euros, menos expressivo que o de 2012, que rondou os 28,8 milhões de euros. O défice de 2013 é o menos acentuado desde a entrada em vigor da livre circulação de bens no espaço comunitário.

Quer as exportações quer as importações registaram uma diminuição entre 2012 e 2013, pois o ano de 2012 sofreu o efeito da entrada e posterior saída de bens de material de transporte de elevado valor, que provocaram um acréscimo anómalo nas referidas variáveis. Contudo, a redução das exportações (-42,7%) foi menos expressiva em termos relativos que a das importações (-43,7%), o que explica a melhoria do saldo da balança comercial de bens. À semelhança do que sucede desde 2008, a RAM apresenta em 2013 um saldo positivo com os países Extra-UE (50,2 milhões de euros) e negativo com os países pertencentes à UE (-64,9 milhões de euros).

A diminuição das exportações foi essencialmente determinada pela queda observada nas transações comerciais de bens com os países Intra-UE, que passaram de 78,3 para 19,9 milhões de euros. O motivo desta quebra tão acentuada foi já explicitado no parágrafo anterior. No caso das exportações para países Extra-UE, a diminuição foi de 66,8 milhões de euros em 2012 para 63,2 milhões de euros em 2013.

Do mesmo modo, o decréscimo nas importações de bens foi igualmente resultado da descida pronunciada das transações com os países Intra-UE, que diminuíram de 157,5 milhões de euros em 2012 para 84,8 milhões de euros em 2013, cujo motivo já acima se aludiu. No que diz respeito às importações de países Extra-UE, as mesmas atingiram os 13,1 milhões de euros no ano de 2013, 3,3 milhões de euros abaixo do contabilizado no ano precedente.

Para mais informação aceda a:

 

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top