tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Em 2019

Volume de negócios e emprego das Unidades Comerciais de Dimensão Relevante aumentaram face ao ano anterior

Na Região Autónoma da Madeira (RAM), em 2019, o número de “Unidades Comerciais de Dimensão Relevante” (UCDR) fixava-se em 88 (mais 1 que em 2018), dos quais 67,0% dedicados ao retalho não alimentar ou sem predominância alimentar e os restantes (33,0%) ao retalho alimentar ou com predominância alimentar. Note-se que uma parte substancial destes estabelecimentos (80,7%) pertence a empresas cuja sede está localizada em Portugal Continental.

Em 2019, as UCDR regionais empregavam 2 978 pessoas, mais 6,2% que em 2018. O ramo alimentar concentrou 65,1% do pessoal ao serviço neste tipo de estabelecimentos sendo que o sexo feminino era o mais representado (68,5%), quer no retalho alimentar (71,0%), quer no retalho não alimentar (63,9%).

Face a 2018, o volume de negócios das UCDR cresceu 4,6%, tendo atingido os 472,7 milhões de euros em 2019 – um máximo histórico – dos quais 99,6% respeitante a venda de mercadorias e o restante a prestação de serviços.

Do montante total das vendas de mercadorias (470,7 milhões de euros), 67,4% resultou da atividade dos estabelecimentos de retalho alimentar (317,3 milhões de euros), sendo que deste ramo, 81,9% dizia respeito a vendas de “Produtos alimentares, bebidas e tabaco” (259,8 milhões de euros).

Em média, cada estabelecimento de retalho alimentar realizou um valor de vendas anual de 10,9 milhões de euros, valor que se reduz para cerca de 2,6 milhões de euros no caso dos estabelecimentos de retalho não alimentar.

No ano de 2019, a área de exposição e venda no retalho alimentar atingiu os 36,8 mil m2, e no retalho não alimentar os 42,9 mil m2.

O número de transações realizadas nos estabelecimentos UCDR atingiu os 24,6 milhões. No retalho alimentar, o valor médio por transação correspondeu a 16,3 euros (15,7 euros em 2018) e no retalho não alimentar a 30,3 euros (29,3 euros em 2018).

No que diz respeito aos meios de pagamento, os cartões de débito ou crédito foram os mais utilizados quer no retalho alimentar (57,1%) quer no retalho não alimentar (67,8%). 

Em 2019, a venda de produtos de marca própria foi de 178,5 milhões de euros nos estabelecimentos UCDR (+7,6% face a 2018), representando 32,2% e 49,8% do volume de vendas global dos segmentos alimentar e não alimentar, respetivamente (pela mesma ordem, 31,4% e 49,3% em 2018).

De referir ainda que a informação preliminar de 2019 para o sector do Comércio da RAM – proveniente do Sistema de Contas Integradas das Empresas (SCIE) e que diz respeito exclusivamente a empresas cuja sede está na Região – revela que existiam 3 642 empresas (-0,2% face a 2018). O volume de negócios gerado pelas empresas do Sector atingiu no referido ano os 2 111,3 milhões de euros (+8,9% que no ano anterior), ocupando 13 251 trabalhadores (+2,8% que no ano precedente).

UCDR PT novo


Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top