tableaupublic            



Portal de Estatísticas Oficiais                     

Menu

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

No 1.º trimestre de 2021

Número de novos contratos de arrendamento na RAM diminuiu, enquanto o valor por metro quadrado manteve-se estável

O Instituto Nacional de Estatística (INE) iniciou hoje a divulgação de resultados provisórios sobre novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares registados nos últimos três meses, com periodicidade trimestral, para as Sub-regiões NUTS III e Municípios com 100 mil ou mais habitantes, sendo que com a divulgação dos resultados do 2.º e 4.º trimestres continuarão a ser divulgados os habituais apuramentos com periodicidade semestral (últimos 12 meses), ao nível do município e freguesia (apenas das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto). Na sequência desta alteração, a DREM passa  também a divulgar uma nova série com estas estatísticas, com periodicidade trimestral, para a Região Autónoma da Madeira (RAM) e o município do Funchal.

No 1.º trimestre de 2021 (últimos 3 meses), o valor mediano das rendas dos 296 novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares, celebrados na RAM, foi de 5,90 €/m2. Relativamente ao trimestre precedente, observou-se um decréscimo de novos contratos, de -16,6%, tendo o valor mediano das respetivas rendas diminuído 4,1%. Comparativamente ao 1.º trimestre de 2020, observaram-se, pela mesma ordem, variações de -10,8% e de -0,2%.

Entre as 25 regiões NUTS III, a RAM posicionou-se como a quarta região com o valor mediano das rendas mais elevado (5,90 €/m2), atrás da Área Metropolitana de Lisboa (8,52 €/m2) e do Algarve (6,67 €/m2) e da Área Metropolitana do Porto (6,15 €/m2). Note-se que a média nacional correspondia a 5,80 €/m2.

No período em referência, o Funchal, uma das cidades com 100 mil ou mais habitantes do País, concentrou 198 dos 296 novos contratos de arrendamento, traduzindo uma queda trimestral de -22,0% e homóloga de -6,6%. O valor mediano destes contratos foi de 6,69€/m2, variando -1,9% em cadeia e -1,0% em termos homólogos.

Estabelecendo um ranking dos municípios do país, o Funchal surge em 12.º lugar, em termos de renda mais elevada, depois de Lisboa, Porto e de municípios que fazem parte das Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto. No trimestre anterior, o Funchal surgia em 11.º lugar (6,82 €/m2).

Rendas Habitacao PT 

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top