tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Referente ao ano de 2012

A DREM divulga a publicação “Setor Empresarial da Região Autónoma da Madeira, 2012”

A DREM disponibiliza no seu portal uma nova publicação com indicadores estatísticos que permitem caraterizar a estrutura e a evolução do setor empresarial da Região Autónoma da Madeira (RAM).Os dados estatísticos foram obtidos a partir do Sistema de Contas Integradas das Empresas (SCIE), o qual resulta de um processo de integração da informação estatística sobre empresas, baseado em dados administrativos, com particular destaque para a Informação Empresarial Simplificada (IES). Esta informação é complementada, por um lado, com dados para os empresários em nome individual e trabalhadores independentes, recebidos por via do protocolo estabelecido entre o INE e vários organismos do Ministério das Finanças e, por outro, com informação proveniente do Ficheiro de Unidades Estatísticas do INE. Desta forma, o SCIE garante a máxima cobertura em termos de unidades empresariais e variáveis.Sendo a primeira publicação editada na área das empresas, optou-se por incluir os quadros de resultados para uma série temporal mais longa, de 2004 a 2012.
O âmbito de atividade económica considerado compreende as empresas classificadas nas secções A a S da CAE Rev.3, com exceção da Administração Pública e Defesa e da Segurança Social Obrigatória (Secção O).

Principais resultados

Em 2012, estavam em atividade 20 857 empresas na RAM, equivalendo a uma diminuição de 2,3% face a 2011 (21 355). Daquele conjunto de empresas, 98,4% pertenciam ao setor não financeiro, 59,9% eram empresas individuais (empresários em nome individual e trabalhadores independentes), 99,9% correspondiam a micro, pequenas e médias empresas (PME) e 95,4% a microempresas.

A taxa de sobrevivência a 2 anos das empresas da Região manifestou uma tendência decrescente entre 2006 e 2012, assumindo a proporção de 45,72% no final do período, inferior em 1,48 p.p. face a 2011. Em 2012, o setor não financeiro apresentava a maior percentagem de empresas nascidas em 2010 e ainda ativas em 2012 (45,84%), comparativamente ao setor financeiro (34,48%). No que concerne à capacidade de sobrevivência das empresas não financeiras, constata-se que as sociedades (69,90%) e as pequenas empresas (80,0%) foram os segmentos que melhor se defenderam dos constrangimentos económicos e financeiros herdados do ano 2009.

O setor empresarial da RAM empregava, em 2012, cerca de 71 mil pessoas, menos 8,9% que em 2011. Em termos médios, as empresas viram a sua dimensão reduzida em 6,6%, sendo o setor não financeiro o mais afetado por essa diminuição (-6,8%).

No ano em referência, o volume de negócios gerado pela estrutura empresarial da RAM ascendeu a 5 295,2 milhões de euros, sofrendo uma quebra de 10,9% face a 2011, com contributos, de igual grandeza, quer do setor financeiro, quer do não financeiro. Os decréscimos mais significativos ocorreram nas empresas de média dimensão (-26,1%) e nas empresas individuais (-17,3%).

O valor acrescentado bruto a preços de mercado (VABpm), em 2012, situou-se nos 1 564,7 milhões de euros, registando uma diminuição de 13,9% face a 2011. As maiores quebras foram verificadas no setor financeiro (-26,0%), nas empresas individuais (-14,9%) e nas pequenas empresas (-20,6%).

 

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top