tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

No 2.º trimestre de 2016

Valor dos levantamentos adicionados das compras através de terminais de pagamento automático da rede Multibanco na Região cresceu 6,2% em termos homólogos

Os dados fornecidos pela Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS) para a RAM, referentes ao 2.º trimestre de 2016, mostram que os montantes relativos às duas principais operações da rede Multibanco (levantamentos e compras através de terminais de pagamento automático), consideradas no seu conjunto, registaram um crescimento de 6,2% comparativamente ao período homólogo. No caso dos cartões nacionais, o acréscimo no referido agregado foi de 5,5% e nos internacionais de 10,1%.

Desagregando a componente dos levantamentos em nacionais e internacionais, é de assinalar que enquanto os primeiros aumentaram 2,8% (totalizando 150,2 milhões de euros no 2.º trimestre de 2016), os internacionais cresceram 3,3% (17,8 milhões de euros entre abril e junho deste ano). A variação global dos levantamentos foi de 2,9%.

Por sua vez, as compras através de TPA feitas com cartões nacionais rondaram os 152,1 milhões de euros entre abril e junho de 2016 (+8,2% que em mesmo período de 2015) enquanto as compras feitas com cartões internacionais ultrapassaram os 39,3 milhões de euros (+13,5% que no período homólogo). A variação global das compras através de TPA foi de 9,3%.

Os pagamentos registaram uma evolução homóloga ligeiramente positiva de 1,6%. A nível nacional, os montantes movimentados nas operações da rede multibanco em análise cresceram quer nos levantamentos (+1,4%), quer nas compras através de TPA (+7,7%), quer nos pagamentos (+4,2%). A variação homóloga dos levantamentos agregados às compras através de TPA, no país, foi de +4,8%.

rede multibanco 2T2016PT

A análise dos dados por município mostra que o Porto Santo foi o município onde os levantamentos agregados das compras através de TPA mais cresceram (+11,7%), seguido da Calheta (+11,4%) e do Porto Moniz (+10,5%). A única descida homóloga no referido indicador foi observada na Ribeira Brava (-2,9%), cuja evolução também foi condicionada pela quebra nos levantamentos internacionais (-27,4%).

Analisando o 1.º semestre de 2016, conclui-se que na RAM, o crescimento dos levantamentos adicionados das compras através de TPA cifrou-se em 5,8% (5,0% no país). No referido período, observaram-se acréscimos homólogos em quase todos os municípios, com exceção da Ribeira Brava (-3,1%) e de Câmara de Lobos (-0,1%). A Calheta liderou as subidas, observando-se neste município um aumento homólogo de 12,7% no agregado em análise. Por sua vez, os pagamentos no 1.º semestre de 2016 registaram na RAM, um ligeiro aumento de  0,9% quando comparados com o mesmo período de 2015.

    Cooperação Estatística Internacional

    MAC14 20

    Cooperação Estatística Internacional

    MAC14 20

    Literacia Estatística

    formation3

    Literacia Estatística

    formation3
    Go to top