tableaupublic            



Portal de Estatísticas Oficiais                     

Menu

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Estimativa rápida

Em junho de 2021, o número de dormidas geradas pelo mercado nacional superou os valores de 2019

Os primeiros dados para o sector de alojamento turístico da Região, referentes ao mês de junho de 2021, mostram que deverão ter dado entrada nos estabelecimentos regionais 71,6 mil hóspedes, que originaram 366,4 mil dormidas, o que corresponde a variações homólogas muito expressivas de +1 027,5%  e de +1 749,2%, respetivamente. Realça-se o facto de em junho de 2020, com as restrições inerentes à pandemia COVID-19, a atividade turística registar apenas 6 347 hóspedes entrados e cerca de 19,8 mil dormidas.

Contudo, se se comparar junho de 2021 com junho de 2019, as quebras ainda são evidentes, com o número de hóspedes entrados a cair 46,0% e as dormidas, 52,4%. De realçar contudo que o valor das dormidas de junho de 2021 é o mais elevado desde o início da pandemia.

No primeiro semestre do ano 2021, o sector do alojamento turístico na RAM, registou 965,6 mil dormidas (-34,4% do que em igual período de 2020).

Para efeitos de comparabilidade com os dados divulgados pelo INE é necessário excluir o alojamento local com menos de 10 camas, sendo que segundo esta lógica de apuramento de resultados, as dormidas do alojamento turístico, nos primeiros seis meses apresentam uma quebra de -40,8%, uma variação mais penalizadora que a verificada a nível nacional (-21,3%).

Na Região, as dormidas de residentes em Portugal terão aumentado 693,6% relativamente ao mês homólogo, atingindo as 141,1 mil e representando 38,5% do total, enquanto as de residentes no estrangeiro terão crescido 10 997,0% relativamente a junho de 2020, situando-se em 225,3 mil. Note-se que face a junho de 2019, a variação nas dormidas produzidas por residentes em Portugal foi de +21,1%, enquanto no caso dos residentes no estrangeiro fixou-se nos -65,5%. Os hóspedes entrados com residência no País terão sido de 35,6 mil, valor muito próximo dos residentes no estrangeiro que foram 35,9 mil.

No país, em junho de 2021, o mercado interno (peso de 58,7%) contribuiu com 2,0 milhões de dormidas e os mercados externos com 1,4 milhões. Comparando com o mês de junho de 2019, observaram-se decréscimos de 7,6% nas dormidas de residentes e de 72,0% nas de não residentes.

Turismo Estimativa Rapida Jun PT

Na Região, os principais mercados emissores de não residentes registaram uma forte recuperação em termos de dormidas relativamente ao mês anterior (+52,9%). O mercado do Reino Unido foi o que registou mais dormidas, contabilizando no respetivo mês, 44,0 milhares, seguido da Alemanha com 35,0 milhares e da França com 25,3 mil.

Em junho, 42,0% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes. A hotelaria contabilizou, no mês de referência, 71,6% dos estabelecimentos com movimento de hóspedes (60,8% em maio).

quadro est rapida pt


Os resultados mais detalhados relativos a junho de 2021 serão publicados no dia 13 de agosto de 2021.

 

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top