tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Em 2015

Doenças do aparelho circulatório continuaram a ser a principal causa de morte na Região

A DREM divulga os dados estatísticos relativos à mortalidade por causas de morte na RAM em 2015, que irão ser integrados num dos subcapítulos da publicação “Estatísticas da Saúde da RAM 2016”.

Em 2015, as doenças do aparelho circulatório constituíram a principal causa básica de morte na RAM, estando na origem de 737 dos 2 611 óbitos ocorridos na Região no referido ano, ou seja, 28,2% do total (28,5% em 2014). Neste grupo de causas de morte, destacam-se as doenças cerebrovasculares, também designadas por acidentes vasculares cerebrais (AVC), que estiveram associadas a 237 falecimentos (9,1% do total).

Neste ano, as mortes causadas por doenças do aparelho respiratório foram a segunda causa básica de morte, registando 549 óbitos, isto é, 21,0% do total de mortes observadas na Região (18,1% no ano precedente). Neste grupo, destacam-se as pneumonias, que resultaram em 375 óbitos, 14,3% do total de óbitos residentes na RAM.

Os tumores malignos constituíram-se como a terceira causa básica de morte na RAM em 2015, com registo de 525 óbitos, o que correspondeu a 20,1% da mortalidade na Região (22,3% em 2014). Neste conjunto de causas, evidencia-se o tumor maligno da laringe e traqueia/brônquios/pulmão, que vitimou 82 pessoas (3,1% do total).

GR Saude pt

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top