tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

No 3.º trimestre de 2017

Preço mediano de alojamentos familiares na RAM subiu para 1 094 euros por metro quadrado

A Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) divulga a série retrospetiva do valor mediano das vendas por m2 de alojamentos familiares na Região Autónoma da Madeira (RAM), atualizada com os dados do 3.º trimestre de 2017. Na presente edição, e na sequência da última divulgação levado a cabo pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) no âmbito das Estatísticas de Preços da Habitação ao Nível Local, a DREM passa a disponibilizar o valor mediano das vendas por m2 de alojamentos familiares para a Cidade do Funchal, desagregado ao nível de  freguesia (São Martinho e Santo António) e de três agregações de freguesias (São Pedro, Santa Luzia e Sé; São Roque, Monte e Imaculado Coração de Maria; Santa Maria Maior e São Gonçalo). Inicia-se também a divulgação daqueles valores por tipologia (T0 ou T1, T2, T3 e T4 ou mais) e por categoria (Novo e Existente) do alojamento familiar.

De referir que o Instituto Nacional de Estatística tem disponível em http://geohab.ine.pt uma aplicação interativa que permite visualizar a informação em suporte cartográfico, para o Funchal, descendo não só à dimensão das freguesias e agrupamentos de freguesias, mas proporcionando detalhe ao nível da quadrícula (500mx500m) ou da secção (área contínua de uma única freguesia com cerca de 300 alojamentos destinados à habitação).

Nas Estatísticas de Preços da Habitação ao nível local toma-se a mediana (valor que separa em duas partes iguais o conjunto ordenado de preços por metro quadrado) como valor de referência para os preços de venda de alojamentos familiares (€/m2), o que permite excluir o efeito de valores extremos da leitura do mercado de transações de habitação à escala local.

No 3.º trimestre de 2017 (últimos 12 meses), na RAM, o preço mediano de alojamentos familiares foi de 1 094 euros por metro quadrado, correspondendo ao valor mais elevado observado desde o 1.º trimestre de 2016 (1.º período da série) e mantendo-se acima da média nacional (912 euros/m2). Comparativamente aos trimestres anterior e homólogo, os crescimentos foram de 2,9% e 6,6%, respetivamente. Note-se ainda que o valor do segmento dos alojamentos novos (1 186 euros/m2) continua a superar o valor dos alojamentos existentes (1 046 euros/m2) em 140 euros.

Para os apartamentos, o valor observado na RAM (1 222 euro/m2) foi, de modo significativo, superior (17,5% acima) ao verificado para o conjunto do país (1 012 euros/m2), sendo que para os apartamentos existentes o diferencial acentuou-se, com o valor regional (1 189 euros/m2) a se situar 21,7% acima do de Portugal (977 euros/m2).

No Funchal, o preço mediano da habitação no 3.º trimestre de 2017 fixou-se em 1 328 euros, o que significa que este município foi o único da RAM a registar um valor acima da média regional (mais 234 euros/m2). Neste município, o preço dos alojamentos novos (1 499 euros/m2) foi igualmente superior ao preço dos alojamentos existentes, sendo a diferença (216 euros) entre estes dois indicadores superior à apurada para o conjunto da Região (140 euros).

Para além do Funchal, o município do Porto Santo, embora registando um preço abaixo da média da RAM, destaca-se, visto apresentar um valor de expressão considerável, acima dos mil euros (1 040 euros/m2). Os valores mais baixos foram observados em Santana (518 euros/m2) e São Vicente (583 euros/m2), isto se não for considerado o Porto Moniz, que, no período em análise, registou um número de transações inferior ao mínimo (15 transações) estabelecido para efeitos de difusão.

Valor mediano (euros) das vendas por m2 de alojamentos familiares,
f
reguesias e agregação de freguesias da cidade do Funchal

vaf 3T2017

Nas freguesias da cidade do Funchal, o destaque vai para a freguesia de São Martinho que apresentou, no 3.º trimestre de 2017, valores (1 554 euros/m2) bastante superiores à média da cidade (1 328 euros/m2, coincidindo os valores da cidade com os do município), para a totalidade dos alojamentos. Seguem-se a agregação das freguesias centrais (São Pedro, Santa Luzia e Sé), com 1 296 euros/m2, e a freguesia de Santo António, com 1 265 euros/m2. As freguesias mais orientais (Santa Maria Maior e São Gonçalo) e a agregação S. Roque, Monte e Imaculado Coração de Maria registaram os valores mais baixos e abaixo da média (1 196 euros/m2  e 974 euros/m2, respetivamente).

No 3.º trimestre de 2017, na RAM, o preço mediano das vendas de alojamentos de tipologia T0 ou T1 foi 1 176 euros/m2, o mais elevado se comparado com as restantes tipologias (T2, 1 041 euros/m2; T3, 1 126 euros/m2; T4 ou superior, 882 euros/m2). Na cidade do Funchal, os valores registados nas quatro tipologias em análise foram de forma expressiva superiores aos verificados na RAM, tendo os T0 ou T1 registado igualmente o valor mais elevado (1 486 euros/m2) e os T4 ou mais o valor mais baixo (1 069 euros/m2).

 

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top