tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Taxa de desemprego na RAM fixou-se em 7,0% no 4.º trimestre e no ano de 2019

Os resultados do Inquérito ao Emprego relativos ao 4.º trimestre de 2019 indicam uma taxa de desemprego na Região Autónoma da Madeira (RAM) estimada em 7,0%, valor superior ao do trimestre anterior em 0,1 pontos percentuais (p.p.) e inferior em 1,9 p.p. ao observado no trimestre homólogo.

Em termos de média anual, em 2019, a taxa de desemprego na RAM foi igualmente estimada em 7,0%, -1,8 p.p. que em 2018 (8,8%), constituindo-se como mínimo da série em vigor (com início no 1.º trimestre de 2011).

A estimativa da população desempregada fixou-se em cerca de 9,6 mil pessoas, no trimestre em análise, tendo registado um decréscimo homólogo de 21,5% e trimestral de 0,5%. Para esta variável, a média de 2019 foi de 9,6 mil pessoas - valor mínimo da série.  

A população empregada situou-se em cerca de 128,1 mil pessoas, o que reflete um acréscimo homólogo de 2,5% (+3,1 mil empregados) e um decréscimo trimestral de 1,5% (-1,9 mil). Em termos anuais, a população empregada registou uma média de 129,1 milhares, +4,3% que em 2018, sendo aquele valor representa o máximo da série disponível.

Em Portugal, a taxa de desemprego no trimestre em análise fixou-se em 6,7%, igual ao trimestre homólogo e superior em 0,6 p.p. à do trimestre anterior. Em termos de média anual, aquela taxa situou-se em 6,5% em 2019, o que representa uma diminuição de 0,5 p.p. em relação a 2018.

Ainda no 4.º trimestre de 2019, a taxa de desemprego foi superior à média nacional em todas as regiões do país, com exceção do Centro (5,2%). Segue-se o Algarve (6,8%), surgindo a RAM como a região com a terceira menor taxa  (7,0%). A Região Autónoma dos Açores (RAA) é aquela que apresenta a taxa mais elevada (7,6%), acima do  Alentejo (7,3%) e do Norte e Área Metropolitana de Lisboa (7,1% em ambas). Em relação ao trimestre anterior, e à semelhança do observado globalmente para Portugal, a taxa de desemprego aumentou em todas as regiões. Os três maiores acréscimos trimestrais foram observados no Algarve (1,5 p.p.), na Área Metropolitana de Lisboa (0,7 p.p.), no Norte (0,5 p.p.). Em termos homólogos, as maiores diminuições ocorreram na RAM (1,9 p.p.), no Algarve (1,0 p.p.) e na RAA (0,9 p.p.).

infografia

 

Para mais informação aceda a:

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top