tableaupublic            

"Uma porta aberta para 

um Universo de Informação Estatística"

Menu

Portal de Estatísticas Oficiais

tableaupublic            

Newsletters

Não perca tempo, subscreva já as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

Subscrever

Subscreva as nossas newsletters:

Estatísticas da Justiça

Justiça

Newsletters

Não perca tempo. Subscreva as nossas newsletters e passe a receber informação na hora...

No 1.º trimestre de 2021

Taxa de desemprego na RAM fixou-se em 9,6%

Em 2021 inicia-se uma nova série dos dados do Inquérito ao Emprego, que inclui, entre outras alterações, a de deixar de considerar como empregadas as pessoas ocupadas em atividades de agricultura e pesca para autoconsumo e a restrição da população ativa ao grupo dos 16 aos 89 anos. Por esta razão, com referência a esta série e à luz dos novos critérios, os dados dos trimestres anteriores foram revistos, pois não deverão ser estabelecidas comparações diretas entre séries de dados diferentes, mais concretamente entre a série 2011 e a série 2021. Para mais informação sugere-se a consulta do anexo da publicação "Estatisticas do Emprego da RAM - 1.º trimestre de 2021".

Os resultados do Inquérito ao Emprego relativos ao 1.º trimestre de 2021 indicam uma taxa de desemprego na Região Autónoma da Madeira (RAM) estimada em 9,6%, valor inferior em 1,7 pontos percentuais (p.p.) em relação ao trimestre anterior e superior em 3,6 p.p. face ao trimestre homólogo.

A estimativa da população desempregada, apurada em 12,3 mil pessoas, aumentou 61,4% face ao trimestre homólogo (+4,7 mil), tendo diminuído 16,5% comparativamente ao trimestre anterior (-2,5 mil).

A população empregada fixou-se em cerca de 116,4 mil pessoas, registando uma diminuição de 3,9% em termos homólogos (-4,7 mil) e de 0,2% em relação ao trimestre precedente (-0,3 mil).

A taxa de atividade das pessoas em idade ativa (dos 16 aos 89 anos), no 1.º trimestre de 2021, foi estimada em 59,4%, tendo diminuído 0,1 p.p. em relação ao trimestre homólogo e 1,2 p.p. face ao trimestre anterior. A taxa de atividade nas mulheres foi de 55,5%, inferior à dos homens (64,0%) em 8,5 p.p..

A população inativa, que se fixou em 124,5 milhares no trimestre em referência, diminuiu 0,5% face ao mesmo trimestre do ano anterior. Face ao trimestre precedente, há a registar um aumento de 1,3%.

A redução da taxa de desemprego face ao trimestre anterior poderá estar relacionada com o fluxo entre inativos e desempregados, que no 1.º trimestre de 2021, devido à conjuntura económica adversa, poderão não ter feito diligências para a procura ativa de emprego, caindo assim na situação de inatividade.

Em Portugal, a taxa de desemprego no trimestre em análise decresceu para os 7,1%, -0,2 p.p. do que no trimestre anterior e aumentou 0,3 p.p. comparativamente ao trimestre homólogo.

Em quatro das 7 regiões do país a taxa de desemprego aumentou em termos trimestrais, com os maiores crescimentos a se registarem na R.A. Açores (+1,3 p.p.), Norte e Algarve com +0,2 p.p. e Centro com +0,1 p.p.. Para além do decréscimo registado nesta taxa na  R.A. Madeira (-1,3 p.p.), a A.M. Lisboa (-0,8 p.p.) e o Alentejo (-0,5 p.p.) observaram igualmente variações negativas face ao 4.º trimestre de 2020. Em termos homólogos, a taxa de desemprego diminuiu em 3 regiões NUTS II, sendo a R. A. Açores a região com maior variação (-0.5 p.p.). Os maiores aumentos verificaram-se na R. A. Madeira (+3,7 p.p.), no Algarve (+2,6 p.p.) e no Alentejo (+0,6 p.p.).

 IE PT novo

Para mais informação aceda a:

 

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Cooperação Estatística Internacional

MAC14 20

Literacia Estatística

formation3

Literacia Estatística

formation3
Go to top